Devemos mesmo comemorar o dia 13.09, como o Dia da Cachaça?

Antes de ler este post, um aviso aos cachaceiros e cachaceiras mais experientes: polêmica, polêmica, polêmica.


Quero que saibam que sou totalmente FAVORÁVEL a cachaça ter um dia para "chamar de seu". Desde de 2015 venho celebrando o dia 13 de setembro (mesmo que contrariado com o dia). Acho que temos que ter respeito à nossa história e sermos mais profundos na análises e parar de "abrir um livro, fechar o olho, apontar o dedo e escolher uma data" e depois ficarmos justificando a importância dela sem contexto.


Porque eu digo isso?


Por duas razões.


A primeira, é que o "Dia Nacional da Cachaça" ainda não é um dia oficial. Pois é, pois é. Um projeto de lei foi proposto e foi aprovado apenas pela Câmara dos Deputados, mas ainda está em trâmite no Senado Federal. Nas fotos 2 e 3, é possível ver o trâmite oficial nas casas legislativas. Me surpreende e fico triste em ver esse tipo de ponta solta no setor da cachaça. Ter um dia é uma das regras básicas para estimular o comércio em torno da comemoração.


Aí vem a minha segunda motivação para questionar essa data.


O dia 13 de Setembro de 1649 foi o dia da proibição pela Coroa Portuguesa que concedeu o monopólio à Companhia Geral do Comércio do Brasil que era uma empresa privada de caráter monopolista criada pelo Rei de Portugal João IV. A ordem dada naquele dia era claríssima: “toda produção de aguardente estava provisoriamente suspensa. Sendo apenas autorizada a utilização da bebida pelos negros que trabalhavam nos engenhos açucareiros, isso para o consumo e não para a comercialização”. Esse trecho de Vivaldo Coaracy encontrei na obra do professor Antonio Filipe Pereira Caetano que escreveu "Entre a Sombra e o sol: A revolta da cachaça e a crise política fluminense (Rio de Janeiro, 1640-1667)".


Ou seja, pelo dia 13.09.1649, apenas quem poderia beber cachaça eram os negros escravizados que trabalhavam em um regime de trabalho forçado e a cachaça fazia parte da "alimentação" para aguentarem as condições adversas.


Seja sincero comigo: você quer comemorar isso?


Gostaria de saber a opinião de vocês! Não tenho certezas, somente perguntas!

Aceitamos as datas sem embazamento histórico❓

Qualquer coisa vale pois o importante é falar de cachaça❓

Devemos apoiar PLs que exaltam os senhores de engenho e sistema escravocrata, ou dá para encontrar formas de valorizar os escravizados que faziam e bebiam cachaça❓


Hoje no nosso segundo encontro "Cachaceiro com orgulho em 7 dias", fizemos o "Quiz Cachaceiro" com quem estava ao vivo. Uma das perguntas foi justamente sobre "O que foi a Revolta da Cachaça"? Podem ver lá no IG TV o segundo episódio da série.

7 visualizações0 comentário